29
Fev 16

 

D7K_8073 (2).JPG

D7K_7963 (2).JPG

 

D7K_8145.JPG

D7K_8215 (3).JPG

D7K_8250.JPG

No passado sábado, 20 de fevereiro, foi dia de festa na Voltado a Poente. Entre associados e convidados (Senhor Presidente da Câmara Municipal, Emídio Sousa; Senhor Presidente da Federação das Coletividades de Cultura e Recreio, Joaquim Tavares; Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Romariz, Manuel Jacinto), comemorou-se mais um aniversário, o 8º, recordando os tempos vividos na VaP, enquanto se aconchegava o estômago num ambiente descontraído e agradável. Foram destacados os diversos domínios em que se envolve esta associação que vai desde a zumba, à dança, à música, ao teatro, ao convívio, à participação na vida comunitária, à colaboração com outras entidades, etc, sem se esquecer a promoção do Castro de Romariz que a dinâmica da VaP imprimiu a este monumento e, também, a participação desta na Viagem Medieval, onde se empenha cada vez mais.

O reconhecimento, pelos convidados, do trabalho desenvolvido, constituí mais um incentivo para a continuidade e o aprofundamento das realizações VaPianas.

Culminou este evento com a tomada de posse dos novos órgãos sociais para o biénio 2016/2018.

Mais um momento alto na vida da Voltado a Poente – Associação Cultural (VaP).

publicado por voltadoapoente às 19:29

19
Fev 13

 A Voltado a Poente esteve de novo em festa no sábado passado, 16 de fevereiro. O pretexto foi o 5º aniversário desta Associação. 

Um jantar na Casa do Sá (gentilmente cedida, mais uma vez, pelos seus proprietários, Lurdes e Óscar Bástolo, a quem agradecemos) serviu para reunir perto de 70 pessoas, entre associados VaP e convidados que, de forma condigna e divertida, comemoraram esta efeméride. Pretendeu-se dar relevo à data de constituição da instituição, razão porque se constituiu uma mesa com os associados fundadores e convidados que gentilmente se juntaram a nós (Senhora Vereadora Cristina Tenreiro, Senhor Padre Marco António, diretor do Jornal de Romariz e representante da Junta de Freguesia que, neste caso, também é um VaP).

A proximidade do Dia dos Namorados deu o mote: o amor/os afetos. Sobre este tema aconteceu poesia, declamada por cada uma das mesas, e música com intervenção de quase todos os elementos do Coro VaP e do Curso de Cavaquinho.

A noite, animada por um par de músicos muito competentes, concluiu-se com o habitual passo de dança.

Mais uma inesquecível noite VaP. Foi lindo!!!

 

VaP20130216000

 Para ver as restantes fotos clique nesta

publicado por voltadoapoente às 20:14

25
Mar 12

A sede da Voltado a Poente (VaP) voltou a encher-se. Foi necessário o recurso às cadeiras suplementares para todos os participantes se instalarem confortavelmente para comemorar condignamente o Dia Mundial da Poesia e a chegada da Primavera.

 

VaP20120318010

 

Foi uma tarde muito bonita aquela que aconteceu no passado domingo. Os nossos associados Dra. Lurdes Bártolo e Dr. Óscar Bártolo orientaram todos os trabalhos. Começaram por apresentar a vida e obra de Miguel Torga, escritor português que os associados bem conhecem por já ter sido promovida uma viagem cultural por terras a si associadas. O destaque foi para a vertente telúrica deste autor.

A seguir aconteceu a poesia dita pelos participantes. A riqueza residiu na diversidade dos intervenientes, dos temas e dos autores.

No final, a associada Dra. Maria José Duarte lançou um desafio que teve uma significativa adesão. Os presentes, a partir do mote dado “ Ai quem me dera…”, escreveram versos de forma autónoma que no final originaram o seguinte poema coletivo:

Ai quem me dera…

Viajar até à lua

Conhecer o infinito

Ser nascente de água pura

Ser o sol da primavera

Ser um pássaro e voar no céu azul sem parar

Querer menos do que quero

Ser uma pessoa importante, mas pouco conhecida

Ganhar o euromilhões e ir à Amazónia

Poder simplesmente pensar

Tocar no infinito

Viver um mundo de paz

Poder sorrir todo o dia

Ser livre como um passarinho

Ter outra vez vinte anos

Brincar com os meus amigos

Retornar à inocência de menino

Viver a liberdade total e plena

Ser uma flor para me cheirar

Ser uma onda do mar e nela te deixar navegar

Ser perfeito

Fazer felizes as pessoas que amo e respeito

Tomar as rédeas deste vento que me leva

Ser a única deusa no meio dos deuses

Ver por detrás do luar

Transparecer no teu olhar

Ter asas para voar

E ter força para as cortar

Ai, quem me dera…

  

Foi um momento inolvidável.

publicado por voltadoapoente às 14:11

Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO